O relator da Reforma Trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, Ricardo Ferraço, expõe seu parecer na terça-feira (13). Será feita a leitura e a votação deve acontecer no dia 20. No dia 21, Ferraço apresenta o parecer na Comissão de Constituição e Justiça. A votação será no dia 28. Depois, o projeto poderá ser votado pelo plenário, o que deve acontecer em julho. A oposição acredita que o agravamento da crise política envolvendo o presidente Michel Temer pode atrapalhar o cronograma e adiar a votação da matéria para o segundo semestre.