A Câmara volta a analisar, na terça-feira (12), mudanças no sistema político. O plenário já aprovou o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição do Senado, que veda coligações para eleições proporcionais e cria uma cláusula de desempenho para o acesso dos partidos ao Fundo Partidário e ao tempo de propaganda em rádio e TV. Resta a análise dos destaques. Pelo acordo entre os líderes, a análise da proposta só será retomada depois que os deputados decidirem sobre outra PEC da Reforma Política: a que altera o sistema para a eleição de deputados e vereadores e cria um fundo público para o financiamento das eleições.