O ex-presidente Lula depõe, na quarta-feira (13), em Curitiba, para o juiz Sérgio Moro. Lula vai depor no processo em que é acusado de corrupção passiva por supostamente aceitar a doação de uma área oferecida pela Odebrecht para a construção da nova sede do Instituto Lula. Na semana passada, o ex-ministro Antonio Palocci disse ao juiz Sérgio Moro que o ex-presidente avalizou, em 2010, um acordo no qual a Odebrecht se comprometeu a pagar R$ 300 milhões em propinas ao PT. O acerto, segundo Palocci, foi feito no fim do governo Lula e incluiu, além desse valor, um terreno para o instituto do ex-presidente e o sítio em Atibaia (SP).