Esta é a última semana de Rodrigo Janot no cargo de procurador-geral da República. Seu mandato vai até o dia 17. No dia seguinte, Raquel Dodge assume o posto para um mandato de dois anos. Até sexta-feira (15), Janot deve encaminhar ao Supremo nova denúncia contra o presidente Michel Temer por obstrução da Justiça e organização criminosa. Após análise do ministro Edson Fachin, ela será encaminhada para a Câmara. Na Câmara, ela será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e, depois, pelo plenário da Casa. Para autorizar abertura de inquérito contra o presidente da República são necessários 342 votos.