Nesta segunda-feira (12), o PSDB se reúne para decidir sua permanência no governo Michel Temer. O líder do partido na Câmara, Ricardo Tripoli, disse que o resultado da reunião é imprevisível. Participarão os membros da Executiva Nacional, deputados, senadores e os presidentes estaduais da legenda. A vitória do presidente Temer no Tribunal Superior Eleitoral contribui para que os tucanos decidam continuar na base aliada. Entretanto, por receio de desgaste eleitoral em 2018, um grupo de deputados tem ameaçado deixar o partido, caso a legenda insista em apoiar o governo. O PSDB promete que, mesmo que deixe a base, continuará a apoiar as reformas Previdenciária e Trabalhista.