A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara pode votar, na terça-feira (13), a PEC que prevê eleição direta para presidente da República em caso de vacância do cargo até seis meses antes do término do mandato. Hoje, a Constituição determina que, havendo vacância dos cargos de presidente e de vice nos dois últimos anos do mandato, a eleição deve ser indireta, ou seja, via Congresso Nacional. Se aprovada pela CCJ, a proposta terá de ser analisada por uma Comissão Especial e, em seguida, submetida a dois turnos de votação no plenário da Câmara.